Notícias




Inédito: Niterói ganha serviço de cirurgia robótica

Chegada da cirurgia robótica ao CHN amplia acesso a tratamento com mais precisão, recuperação mais rápida e menor tempo de hospitalização
 
Quatro braços metálicos com a robustez de um equipamento que mede cerca de dois metros de altura, mas é capaz de executar movimentos precisos e milimétricos durante procedimentos cirúrgicos. O avanço das cirurgias robóticas chegou à cidade de Niterói com a inauguração do Serviço de Cirurgia Robótica e a realização da primeira intervenção assistida por robô foi realizada no Complexo Hospitalar de Niterói (CHN), que faz parte da Dasa, rede de saúde integrada do Brasil.
 
Depois da modernização do seu centro cirúrgico e parque tecnológico, o hospital é o primeiro da região Norte-Leste Fluminense a oferecer cirurgias robóticas, e a novidade amplia o acesso a procedimentos minimamente invasivos, principalmente para processos oncológicos, bariátricos, urológicos e ginecológicos.
 
O dr. Felipe Lott, cirurgião urológico e coordenador do Serviço de Cirurgia Robótica do CHN, explica os benefícios dessa tecnologia para os pacientes: “A cirurgia robótica reduz o tempo cirúrgico, o que, como consequência, diminui o risco de complicações e efeitos colaterais. E por ser menos invasivo, o procedimento causa menos traumas no paciente, menos dor pós-operatória e, por conseguinte, menor tempo de recuperação e internação.”
 
O equipamento disponível no CHN é o modelo Da Vinci – controlado pelo cirurgião por meio de um console –, que reproduz fielmente os movimentos comandados pelo médico. O robô faz incisões de cerca de 10 mm e movimentos milimétricos com os quatro braços que possui. Em um deles está acoplada uma câmera que proporciona uma visão tridimensional dos órgãos, já que amplia em até 15 vezes a imagem com nitidez. Os demais ficam livres para operar com instrumentos como pinça, tesoura e porta-agulhas.
 
Fonte: https://bit.ly/37vbiW2

 

Inédito: Niterói ganha serviço de cirurgia robótica